Plataforma de Ensino
SST - Diversos

Técnico em Segurança do Trabalho – O que as empresas buscam?

Cada vez mais as empresas buscam profissionais mais qualificados no mercado de trabalho, exigindo sempre mais experiência na área de atuação e conhecimento técnico adquirido através de cursos de todos os tipos.

Mas afinal, qual é a função de um técnico em segurança do trabalho?

O técnico em segurança do trabalho é o profissional que atua na elaboração e implementação da política de saúde e segurança no trabalho dentro das empresas de pequeno, médio e grande porte.

Realizando uma busca sobre as principais exigências que as empresas fazem para a contratação de Técnico de Segurança do Trabalho, notamos que as mais comuns são:

  • Participar da elaboração e implementação política de saúde e segurança no trabalho (SST);
  • Realizar auditoria, acompanhamento e avaliação na área;
  • Identificar variáveis de controle de doenças, acidentes, qualidade de vida e meio ambiente;
  • Desenvolver ações educativas na área de saúde e segurança no trabalho;
  • Participar de perícias e fiscalizações;
  • Participar da adoção de tecnologias e processos de trabalho;
  • Gerenciar documentação de SST;
  • Investigar e analisar acidentes e recomendar medidas de prevenção e controle;
  • Atuar conforme definição da Política do Sistema de Gestão Ambiental;
  • Assegurar o atendimento aos objetivos e metas do sistema de gestão Integrada aplicáveis à área;
  • Realizar as tarefas conforme definido nos controles operacionais;
  • Sugerir melhorias nas atividades do setor;
  • Alertar a sua chefia / responsáveis quando observar não conformidades;
  • Trabalhar de acordo com as normas do Sistema de Gestão Integrado e Segurança do Trabalho.

E então surge a dúvida, como um profissional pode ser capaz de cumprir tantas exigências? A resposta é bastante simples: aprimoramento!

A partir do momento que o técnico de segurança do trabalho aprimora os seus conhecimentos maior a qualidade do seu trabalho.

A Valor Crucial Treinamentos apresenta os cursos desenvolvidos a partir da identificação de lacunas nos cursos de Técnico de Segurança do Trabalho.

Saiba Mais Sobre o Curso de Investigação de Acidentes: Clique Aqui

Investigação de acidentes

Um técnico em segurança do trabalho deve ter conhecimentos práticos e teóricos em investigação de acidentes, uma vez que essa é a base de sua profissão.

investigação de acidentes está relacionada com a análise sistemática de um evento indesejado que resultou, ou poderia resultar, em lesões às pessoas, danos à propriedade ou perdas no processo.

Além disso, o técnico em segurança do trabalho deve ampliar a compreensão de acidentes do trabalho como fenômenos que são resultados da rede de fatores em interação, que são oriundos de atos e condições considerados inseguros.

Inspeções de segurança, conhecimento da legislação vigente e Normas Regulamentadoras, Campanhas de segurança/ SIPAT, EPIs, seleção de Equipamento de proteção coletiva e medidas de controle…

Cabe ainda ao técnico de segurança do trabalho, aprimorar seus conhecimentos através de cursos que o auxilie a identificar e aplicar medidas de controle contra acidentes.

O Técnico em Segurança no Trabalho trabalha de forma tal que ele possa aplicar em ações prevencionista nos processos produtivos com a ajuda de métodos e técnicas de identificação, avaliação e escalas de prioridades em medidas de controle de riscos de acordo com normas regulamentadoras e princípios de higiene e saúde do trabalho.

A partir de seus conhecimentos em medidas de controle, o técnico de segurança do trabalho deve desenvolver ações educativas na área de saúde e segurança do trabalho. O trabalho de sensibilização e valorização a vida é de suma importância para garantir que os trabalhadores executem suas tarefas de forma consciente e atentos. Orientar os empregados quanto ao uso, higienização e conservação de Equipamentos de Proteção Individual (EPI). Coletar e organizar informações de saúde e de segurança no trabalho. Executar o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA). Investigar, analisar acidentes e recomendar medidas de prevenção e controle.

Saiba Mais Sobre o Curso Tec. de Segurança do Trabalho Nota 10 : Clique Aqui

Desenvolver e ministrar Treinamentos para Promoção da Saúde

Cabe ao técnico de segurança do trabalho, treinar, desenvolver e conscientizar os colaboradores da empresa que estão sob sua responsabilidade quanto aos riscos inerentes da profissão exercida, e uma das ferramentas são os treinamentos e DDSs com essas equipes.

Considerados como uma das principais preocupações em saúde e segurança do trabalho a proteção auditiva e respiratória têm uma atenção especial. Os programas de Conservação Auditiva e de Proteção Respiratória exigem um treinamentos especifico em todas empresas com necessidade de uso de protetores respiratórios e/ou auditivos. Os cursos  podem ser ministrados pelo técnico de segurança do trabalho e são essenciais para que a empresa esteja de acordo com as exigências das Normas Regulamentadoras.

  • PCA

O curso do Programa de Conservação Auditiva, ou PCA, da Valor Crucial Treinamentos tem como objetivo orientar Técnicos de Segurança do Trabalho, membros de CIPA, profissionais envolvidos com a prevenção de acidentes e doenças do trabalho e colaboradores, quanto ao cumprimento dos requisitos legais da NR1, NR6 e NR7. O curso orienta sobre a legislação vigente, principais riscos a saúde e quanto à seleção, utilização, higienização e conservação do EPI. Podendo ser utilizado diretamente pelos colaboradores ou como apoio para o instrutores.

Desta forma, o profissional estará preparado para ministrar o treinamento de PCA aos empregados orientando-os a respeito da legislação, os principais riscos aos quais eles estão expostos e quanto à utilização, higienização e conservação do EPI para garantir a atenuação adequada dos riscos, evitando doenças relacionadas ao trabalho.

  • PPR

Já o curso do Programa de Proteção Respiratória, ou PPR, da Valor Crucial Treinamentos tem como objetivo orientar Técnicos de Segurança do Trabalho, membros de CIPA, profissionais envolvidos com a prevenção de acidentes e doenças do trabalho e colaboradores, quanto aos requisitos legais da NR1, NR6 e Instrução Normativa Nº 1, de 11 de abril de 1994 do MTE, orienta sobre a legislação vigente, principais riscos a saúde e quanto à seleção, utilização, higienização e conservação do EPI.

Esteja preparado para os desafios da profissão, vidas estão em jogo!

Inscreva-se em Nosso Canal do Youtube
Inscreva-se em Nosso Canal do Youtube