Plataforma de Ensino
Acidente de Trabalho

Imperícia, Imprudência e Negligência

Imperícia, Imprudência e Negligência

Em segurança do trabalho, às vezes, muitos termos são confundidos, o que pode causar certos problemas em alguns momentos, porém, essas confusões na compreensão de alguns termos pode causar sérios problemas, principalmente, caso haja algum acidente de trabalho na empresa.

Um exemplo, é o uso inadequado dos termos imperícia, imprudência e negligência.

Vale ressaltar aqui que de acordo com a Lei nº 8.213/91, em seu artigo 22, que todo acidente do trabalho ou doença profissional deverá ser comunicado pela empresa para o INSS, por meio da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT). Essa comunicação deve ocorrer até o primeiro dia útil seguinte ao da ocorrência do acidente do trabalho, sob pena de multa em caso de omissão.

O conceito de culpa, estrito senso, posto pelo ordenamento jurídico brasileiro, extrai-se da redação do Inciso II do artigo 18 do Código Penal Brasileiro, que diz: “crime culposo, quando o agente deu causa ao resultado por imprudência, negligência ou imperícia”.

Mas afinal, o que essas palavras,imprudência, negligência ou imperícia significam? Quando devem ser usadas adequadamente em um ambiente em que houve acidente de trabalho?

Entenda agora a diferença entre as palavras imperícia, imprudência e negligencia. Veja o quão diferente uma é da outra, bem como alguns exemplos que definem cada uma delas.

Imperícia

A palavra imperícia tem origem do latim, imperitia, e significa inexperiente, sem habilidade para executar determinada atividade. É a falta de aptidão necessária ou habilidade ou  experiência para executar determinada função.

A imperícia acontece quando uma pessoa assume que tem conhecimento ou habilidade sobre determinada ação, sem realmente dominá-la, ou ao menos, ter o conhecimento mínimo sobre essa ação. Executando assim, essa tarefa, com erro ou engano, podendo causar acidentes graves.

Portanto, a imperícia ocorre quando o profissional não tem conhecimentos básicos e habilidade para executar ações relacionadas a sua profissão. Vale ressaltar entretanto que, a imperícia pode ocasionar responsabilidade civil e criminal entre os envolvidos, caso haja algum tipo de acidente.

Alguns exemplos de imperícia são:

  • Empregado que não foi devidamente preparado para realizar a tarefa que lhe foi designada
  • Empregado que não conhece os detalhes técnicos referente as máquinas ou equipamentos que irá manusear
  • Um engenheiro mecânico que assume o compromisso de fazer a inspeção de um elevador, mas na verdade ele não recebeu o treinamento adequado para o modelo em questão
  • Quando uma pessoa conserta um carro sem ter conhecimentos adequados em mecânica

Imprudência

A palavra imprudência vem do latim, imprudentia, e significa agir sem precaução, sem atenção e cuidado. Traduzindo, é realizar uma ação sem as devidas precauções, agindo de forma precipitada, sem considerar os riscos..

Muitas vezes, a pessoa que pratica um ato de imprudência, está agindo de má fé. Uma vez que o indivíduo tem o conhecimento devido, entretanto, comete o erro, ele assume o risco ao praticar essa determinada ação.

De forma geral, a pessoa imprudente é aquela que não toma os devidos cuidados que deveriam ser tomados ao realizar qualquer tipo de tarefa. Principalmente as tarefas consideradas de risco, ou seja, ele assume o risco acreditando que não vai ter consequências.

Alguns exemplos de imprudência são:

  • Dar marcha ré no carro sem olhar para trás
  • Dirigir bêbado
  • Ultrapassar o veículo à frente pelo acostamento
  • Motorista que ultrapassa o farol vermelho, mesmo tendo recebido o devido treinamento da autoescola
  • Tocar ou se aproximar de locais que possui condutores energizados
  • Não utilizar equipamentos de proteção individual, os EPI, apesar de receber treinamento regular e advertências
  • O motorista treinado que circula pelas áreas internas e externas da indústria acima da velocidade máxima estabelecida

Negligência

A palavra negligência vem do latim, negligencia, e significa falta de cuidado, mas não da mesma forma que é definida a imprudência. A negligencia  é a falta de cuidado através da omissão voluntária. É não se importar com a prevenção de danos que pode ocorrer caso algum fato ocorra.

A negligência acontece quando uma pessoa é responsável por uma determinada situação, é responsável por evitar que algum acidente ocorra, por exemplo, mas não presta atenção podendo ocasionar um acidente, muitas vezes graves.

Veja alguns exemplos de atos de negligência que ocorrem de forma constante:

  • Sair de carro sabendo que os freios estão desgastados, causando um acidente, muitas vezes com morte.
  • O derramamento de óleo que ocorre nos oceanos causado pela falta de conservação da plataforma de petróleo
  • O empregado ou empregador que não cumpre as normas de prevenção de segurança e saúde do trabalho
  • Permitir que o empregado trabalhe sem utilizar os EPIs adequados para exercer aquela atividade
  • Deixar de alertar sobre determinada situação de risco ou não cobrar cuidados necessários de segurança para evitar possíveis acidentes
  • É saber que um equipamento da empresa está com problemas e não tomar as devidas providências para que nenhum acidente aconteça

Como evitar que ocorram atos de negligência, imperícia ou imprudência no ambiente de trabalho?

Para você evitar que acidentes de trabalho relacionados a negligência, imperícia ou imprudência ocorra, é preciso que:

  1. Sejam realizadas fiscalizações constantes no ambiente de trabalho
  2. Que sejam padronizadas procedimentos e metodologias de trabalho que devem ser seguidas pelo responsável pela função
  3. Delegar a função para aquela pessoa que realmente saiba executá-la
  4. Treinamento constante, incluindo percepção dos riscos
  5. Trabalhos de sensibilização quanto aos riscos e consequências
Inscreva-se em Nosso Canal do Youtube
Inscreva-se em Nosso Canal do Youtube