Plataforma de Ensino
SST - Diversos

Valorização da saúde e Segurança do Trabalho nas Empresas

Resultado de Pesquisa.

Em pesquisa realizada pela Valor Crucial Treinamentos em Saúde e Segurança do Trabalho, envolvendo profissionais da área de Segurança do Trabalho (técnicos, engenheiros, estagiários, designados e membros de CIPA), identificamos que muitas empresas ainda carecem de um ambiente profissional mais seguro, que proporcione qualidade de trabalho, efetividade produtiva e segurança pessoal aos seus funcionários e colaboradores.

Por outro lado, há aquelas empresas que realmente se empenham em investir na área, percebendo a Segurança do Trabalho como um fator de produção, isto é, um bem de capital que afeta diretamente o rendimento e a produção da empresa, seja por entender que a questão da segurança no trabalho é fundamental para motivar o trabalhador, bem como pela compreensão de que trabalhar num ambiente seguro também pode significar em maior produtividade e, consequentemente, mais vendas e maior rentabilidade

Desta forma, modernizam-se internamente, modificam conceitos e processos, buscando um caminho que proporcione, ao mesmo tempo, segurança e satisfação aos funcionários e colaboradores.

* Você conhece a história das Segurança do Trabalho? Leia em nosso Blog ” História da Segurança do Trabalho ” e veja nossa Vídeo Aula.

Satisfação pessoal e realização profissional

Durante a pesquisa, outro resultado percebido, citado por mais de 50% dos entrevistados, é o de que, para os profissionais da área de Segurança do Trabalho, um dos grandes motivadores é a atuação enquanto mediadores em prol da vida das pessoas atingidas pelas propostas, projetos e estratégias em segurança, garantindo a preservação da vida e o bem-estar profissional de vários colegas de trabalho, colaboradores e profissionais das mais diversas áreas dentro de uma empresa. Saber que a sua atuação profissional atinge positivamente o ambiente laboral de diversas pessoas, de diferentes formas, é algo nobre e que enche de orgulho o profissional de Segurança do Trabalho, que se sente realizado profissionalmente. 43% dos entrevistados citam essa satisfação, que chega ao nível de ser considerada uma devoção amorosa à profissão.

Motivação x desmotivação

Entretanto, há ainda algumas outras questões com importância relevante, quem surgem como fatores que motivam ou desmotivam um profissional da Segurança do Trabalho:

  • Muitas empresas não reconhecem, não respaldam ou não investem em segurança do trabalho. Seja por falta do devido conhecimento sobre o tema, seja por entender (erroneamente) que a Segurança do Trabalho é um entrave à produção. Isso foi citado por 43% dos entrevistados.
  • Para 65% dos entrevistados, a questão salarial é outra questão relevante, pois sentem-se pouco valorizados, prejudicando sua motivação para trabalhar.
  • Há ainda, para 67% dos entrevistados, poucas oportunidades de crescimento profissional na empresa onde atuam, frustrando expectativas futuras de promoções ou evolução funcional dentro da carreira.

55% dos entrevistados apontam que há pouco investimento das empresas em Segurança do Trabalho, o que atrapalha bastante no desenvolvimento de projetos e estratégias adequados, apesar de 79% concordarem que a empresa em que atuam possui um ambiente de trabalho seguro.

Leia também: O que as empresas buscam no Técnico em Segurança do Trabalho

Inscreva-se em Nosso Canal do Youtube
Inscreva-se em Nosso Canal do Youtube